Mais um capítulo das confusões da Meg! \O/

Espero que curtam!

Capítulos anteriores aqui.

 

Capítulo 11: Vinhos e Presentes

 

Em pouco tempo, Evan terminou de fazer o jantar que estava de fato com um aroma incrível, embora Meg não soubesse bem o que ele estava preparando.

Meg bebericava o vinho, enquanto Evan conversava sobre assuntos aleatórios. Embora ainda estivesse receosa quanto à proximidade dos dois, era inevitável não conseguir fazer fluir a conversa. Evan era inteligente sem ser pedante, engraçado sem ser bobo. Conversava sobre política e sobre o capítulo da novela que havia passado no dia anterior (Meg não sabia como ele sabia da novela já que ele sempre saia depois de todos, horário em que não passava mais a programação normal).

O relógio do forno avisou que o que quer que estivesse preparando estava pronto.

– Senhorita Megan,- falou em tom pomposo- você terá o prazer de provar a melhor macarronada do mundo!

Ela levantou uma das sobrancelhas como quem diz : macarronada? Até eu sei fazer! Ao que Evan logo disparou:

– eu disse que sabia me virar e não que era um Chef.Mas, acredite: você não vai se arrepender.

 E foi o que realmente aconteceu.

Evan preferiu servir a macarronada do jeito correto: apenas com a ajuda de garfo e colher. A ultima experiência que Meg teve com macarronada dessa forma não foi das melhores. O macarrão escorregava e ela saiu com vários pingos de molho de tomate na roupa.

A dificuldade permanecia o que fez Meg se sentir como uma criança se sujando com uma barra de chocolate. Evan fez a delicadeza de não comentar a confusão de Meg.

Mas, como a macarronada estava realmente boa, e devido a corrida recente e ao fato de não ter almoçado como costumava, ela estava com fome. Com muita fome. Tanto que repetiu quando Evan ofereceu.

Para ele, era estranho ver uma mulher como Meg comendo despreocupada com calorias ou mendigando por folhas de alface e tomate como se a vida fosse resumida a comidas saudáveis. Chegou a conclusão que se fosse sempre daquela forma, gostaria de ter Meg para o jantar todas as noites e que, para isso, teria que aprender mais alguns pratos.

– O que foi?- Meg perguntou desconfiada ao ver Evan encarando-a – estou com a boca suja, é isso?

– Não foi nada… estava penas… olhando! – Meg já estava com o guardanapo limpando a boca.

Ela ainda olhou desconfiada pra ele. Aquele atenção era estranha. Os olhos dele eram penetrantes de mais o que a fazia ter uma única vontade: sair correndo. Embora este desejo estivesse dividido em duas direções

1° para Evan

2° porta a fora.

Enquanto não se decidia, ele resolveu por ela.

– Vem, quero te mostrar uma coisa.

A imaginação de Meg deu um giro, era inevitável e ela se sentia com vergonha por isso. Graças aos céus, Evan não tinha notado seu embaraço momentâneo.

Caminharam pelo labirinto de corredores que saia da cozinha e levava até a sala.

– Evan, eu já estive aqui. – concluiu Meg. Estavam exatamente na sala em que ele a deixou sozinha horas atrás.

– Eu sei, mas queria te mostrar isso aqui.

Ele caminhou calmamente até a uma parte da estante destinada a coleções de dvds. Meg percebeu pelas caixinhas organizadas por ordem cronológica de lançamento e dentro dessa ordem ainda estavam organizados em ordem alfabética.

“Como ele é organizado. Nunca o levarei ao meu apartamento”.

Do meio dessa ordem, evan retirou uma caixa e entregou a Meg.

Meg passou de confusão a alegria em alguns segundos. Tinha nas mãos uma edição de colecionador de episódios de desenhos dos anos 80. Sabia bem que nele tinha comentários de desenhistas e criadores. Estava atrás de um daqueles já tinha algum tempo, mas sempre desistia de comprar. Sempre estava caro.

Enquanto tagarelava sobre os dvds, ao que Evan escutava com atenção e com um sorriso nos lábios.

– Nossa! É realmente incrível!- arrumou todos as embalagens dos discos na caixa novamente e devolveu para Evan.

– é seu. – evan falou enquanto empurrava a caixa de volta pra ela.

Meg olhava dele pra a caixa e de volta pra ele. Não podia aceitar.

– Não posso aceitar – mas no fundo morria de vontade de fazê-lo.

– Meg, comprei pra você. Vi numa loja e lembrei que você estava namorando um desses numa das vezes que fui na sua sala. Lembro vagamente que na revista que tinha sobre a sua mesa, ele estava circulado e com uma seta gigante. – deu de ombros- tava estes dias numa livraria e lembrei de você.

– eu realmente não posso aceitar…

– mas eu sei que você quer, então… não seja tímida a este ponto.

Meg recolheu os braços que estavam esticados em direção a Evan por todo o tempo. E sem perceber, fez o que sempre fazia quando comprava algum livro ou filme: cheirou.

Evan riu. Claro!

– Então… o dvd fica bem ali e o controle bem aqui.

Já que ele “insistiu”, Meg não negou. Colocou o dvd enquanto Evan tornava o sofá mais confortável e depois foi até a cozinha pegar a garrafa de vinho que tinha ficado por lá.

Quando votou, entregou uma taça a ela e sentou-se a seu lado. Começaram a ver os episódios, davam risadas esporádicas, lembravam de algum momento marcante de suas vidas.

Enquanto isso, lá fora caia uma chuva fininha. Meg sempre gostou de chuva, ainda mais quando o dia tinha sido muito quente e, ao chover, o cheiro de terra molhada sobressaía a todos os outros. Enquanto observava a chuva bater na parede de vidro da sala, escutava a risada curta de Evan.

Não sabe quanto tempo ficou ali. A ultima coisa que lembrava era de alguém tirando a taça já vazia de sua mão.

 

—————————————————§—————————————————————–

E pra deixar vocês um pouquinho mais curiosos, um pedacinho do Capítulo 12!!!

 

“Nossa… Parece que passei o dia inteiro na praia. Essa sensação de sobe e desce… de vai e vem é tão boa…

Não me lembro de ter trocado o amaciante esses dias… meu lençol está com o cheiro diferente…

Acho que deixei a janela aberta…

ªAi. Meu. Deus!!!”

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd.
Canceriana (isso importa?).
Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados.
Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *