O passado anda me assombrando. Não sei porque nem como isso acontece. Mas ele vem sorrateiro e se aloja em alguns pensamentos meus ou aparece ao vivo mesmo!

Talvez seja pra me lembrar de alguma coisa… Mas o fato é q ele me faz lembrar de uma música de Jorge Vercillo : Filmes.

Quando o passado se estende
é como um filme pra chorar
Chega ao presente, se esconde pelo ar
vem de madrugada me levar

Quando o futuro se ressente
de uma escolha sem pensar
Causas e efeitos se refazem num piscar
Me flagrei sozinho ao acordar

Queima no horizonte o sol de multicores
da televisão 
todo o amor é ponte
e nos eleva a outro estágio da razão
Faço que o tempo volte
Rebobinando filmes na escuridão
Quis sair de casa pra viver
Hoje vi que a vida era você

 

Tags

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd. Canceriana (isso importa?). Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados. Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *