Odeio o cheiro dele. Aquele cheiro amadeirado que não consigo identificar se é do amaciante ou de seu perfume

Odeio suas mão de dedos longos e unhas cortadas que são ágeis e sutis.

Odeio seu jeito de passar a mão no cabelo. Daquele jeito, de trás para frente, arrepiando-o.

Odeio sua risada. Que revela dentes brancos e uma covinha no lado direito de seu rosto.

Odeio seus olhos. Daquele tom de verde hipnotizante com pequenos pontinhos dourados quando olhados de perto.

Odeio quando ele passa horas conversando comigo, ignorando as outras pessoas só para que me sinta a vontade.

Odeio quando ele me irrita. Só para depois dizer que estava brincando e que fez só para me ver sorrir.

Odeio o jeito como ele fecha os olhos enquanto saboreia um pedaço de chocolate, ou sorve um gole de vinho.

Odeio quando ele fica a meu lado e coloca minha cabeça em seu ombro e some com seus dedos em meus cabelos fazendo “cafuné” enquanto assistimos a um filme na TV.

E odeio, principalmente, quando ele diz que já é tarde e que é hora de ir…

 

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd.
Canceriana (isso importa?).
Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados.
Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *