“Eu não compartilho a opinião de homem algum. Eu tenho a minha própria.” (Ivan Sergeyevich Turgenev)

Esses dias tava no twitter e vendo TV. Estava acompanhando três programas ao mesmo tempo. Larguei os filmes da TV a cabo e outros programas que gosto e acabei vendo Faustão, Eliana e Silvio santos.

Ai estava comentando algumas coisas lá, dando, nada mais nada menos, do que a minha singela opinião.

E vi o tanto que as pessoas ficam incomodas quando alguém não segue a opinião da massa.

Não, eu não sou fã do rock colorido, dos reboletions e dos mc’s.

Devo admitir que, quando junto com alguns amigos, algumas músicas são inevitáveis e dão alegria a festa. Mas não é o tipo de cd que eu compro e coloco no meu som. Simples assim.

Mas, o que me trouxe aqui foi a confirmação de que as pessoas se deixam levar pelo gosto (?) alheio. Deixam de pensar por si mesmo, de ver e de formar sua opinião comprando enlatados oferecidos pelos meios de comunicação mais influentes no nosso pequeno e quase ingênuo país. Com isso você pode supor que não sou uma das grandes admiradoras da rege globo.

E de quem é a culpa por essa alienação?

Em minha opinião (olha ela ai novamente) é a falta de educação. Aquela educação que ensina a pensar.

Nós, que escolhemos pensar, sofremos o preconceito que dizem que nós temos. Oi? Meio doido não…

Então, prestem atenção nessa frase e criem a sua própria opinião

“A opinião pública é sujeita à moda, e tem ordinariamente a mesma consistência e duração que as modas.” (Marquês de Maricá)

Tags

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd. Canceriana (isso importa?). Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados. Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *