“Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não. É tarefa da nossa cabecinha, que, aliás, é nossa em termos: tem alguma coisa lá dentro que age por conta própria, sem dar satisfação. Quem dera um esforço de conscientização resolvesse o assunto (…).” (Martha Medeiros)

Tava zanzando na net e dei de cara com essa frase.

Olhei pra ela por um bom tempo. Não é sempre que encontro uma frase que diz tudo em tão poucas linhas e sem aquela trabalhada métrica da poesia, ou mesmo sem aquela tradução mal feita do inglês em que boa parte de todo o sentido vai por água a baixo.

“Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não.”

Não é que é a mais pura das verdades? Quando gostamos, quando amamos, somos invadidos por toda uma avalanche de sentimentos e sensações que entorpece nosso corpo, nossos sentidos e toma conta de nosso cérebro (que vamos encarar como a nossa parte mais racional). Ficamos dormentes e incapazes de enxergar pela cortina cor de rosa a frente de nossos olhos. Vivemos num mundo multicolorido (a cortina rosa é só nos olhos mesmo hahaha) onde não existem defeitos.

Mas, quando precisamos esquecer, nosso cérebro parece com aqueles filmes de ficção científica, em que a máquina que é criada para ser boazinha e obedecer, se transforma na vilã do filme. Só que elas sempre tem uma desculpa plausível para a revolta.

Pois bem. Nosso cérebro é parte sã de nosso corpo. Ele sabe o que é melhor pra nós porque alguém (não me pergunte quem e não engrosse a fila da teoria da conspiração) o programou para ser assim.

Ele nos faz sofrer pelo tempo certo. Mesmo que pensemos que seja tempo de mais.

Ele nos faz entender. Mesmo que seja uma tarefa árdua, dura, cansativa e dolorida.

Ai, ele espalha uma camada generosa de morfina pelo nosso corpo e coração e estamos prontos (muitas vezes para outra igualzinha pela que passamos).

“Esforço de conscientização (…)” é claro que não resolve!!! A-loooôw (aloka)!!! Estamos falando do coração!!! Esse “ser” irracional que carregamos dentro do peito que ao ver um “osso” sai correndo atrás.

Mas, sabe de uma coisa? Essa conscientização acaba acontecendo. Tarde, mas acontece!

É quando afastamos aquela tal cortina cor de rosa e podemos ver quase em HD + 3D o que nos faz bem, o que nos afeta e o que e quem é melhor para nós!!

Só tenho uma reclamação a fazer sobre esse sistema sincronizado: SEJA MAIS RÁPIDO!!!

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd.
Canceriana (isso importa?).
Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados.
Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *