“A vida é feita de escolhas”

Todo mundo já escutou esse pensamento um dia. Sabemos que ele é verdade.

Mas será tão fácil assim escolher?

Escolher entre certo e errado, entre o que é bom e o que é ruim para si. Escolher entre duas pessoas, dois caminhos, duas cores, dois sabores, duas personalidades… e a mais difícil de todas: escolher entre ser simplesmente feliz ou complicar tudo.

E lá venho eu com mais uma frase pronta: “mas vale um pássaro na mão do que dois voando”. Quem nunca ouviu uma amiga, a mãe, a irmã falando isso? E quem nunca teve a impressão de que essas pessoas estavam corretas?

Mas não adianta: em algumas escolhas é impossível voltar atrás, mudar ou mesmo desistir.

O arrependimento é mais que natural, é conseqüência. Conseqüência de escolhas mal feitas, de caminhos tortos, de gostos diferentes… de vidas cíclicas em que numa hora o que parece certo dias depois é completamente “inapropriado”.

Por tanto, pensar antes de escolher, fazer uma lista mental ou não de prós e contras sempre é valido… e claro, ter muita calma… mas muita mesmo!

Toda escolha deve ser levada a sério, mesmo aquela difícil entre sorvete de morango ou de chocolate.

Compartilhe

Sobre o autor

Pseudo Nerd. Canceriana (isso importa?). Adoro escrever e ler. Viciada em filmes e seriados. Conhecida por sentir as coisas alem do necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *